Sobre o Colégio Mondrone

Atendendo as exigências educacionais de Medianeira, o Colégio Mondrone é criado em 1964, sendo autorizado a funcionar a partir de 1967. Desde então,suas ações se direcionam para a oferta de um ensino público de qualidade. Ao longo dos anos, suas denominações oficiais alteraram-se em conformidade com a legislação educacional brasileira. Hoje o colégio denomina-se Colégio Estadual João Manoel Mondrone – Ensino Fundamental, Médio, Profissional e Normal e oferta o Ensino Fundamental, o Ensino Médio, o Curso Técnico Formação de Docentes (antigo Magistério), o Curso Técnico em Administração Integrado ao Ensino Médio, o Curso Técnico em Administração Integrado à Educação de Jovens e Adultos - PROEJA, o curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio e Subsequente ao Ensino Médio, o CELEM - Centro de Línguas Estrangeiras Modernas - Espanhol, sendo o colégio pro-ativo, com a inclusão de alunos portadores de necessidades educacionais especiais no ensino regular.

Missão

Promover a educação global do aluno, buscando a construção de um ser humano realizado e realizador, que seja capaz de interagir e intervir na realidade de forma responsável, crítica, dinâmica, criativa, ética, autônoma e afetiva a fim de cumprir com sua função social e cultural capaz de dar respostas aos desafios constantes da sociedade.

Visão

  • Promover um ensino de qualidade, buscando, com o educando, a construção de um cidadão realizado e realizador;
  • Possibilitar o crescimento integral do ser humano nas relações intra e interpessoais;
  • Proporcionar a construção do conhecimento elaborado, tendo como referência a realidade do aluno enquanto sujeito de seu processo de aprendizagem;
  • Buscar desenvolver no aluno o interesse pela pesquisa, a criatividade, a autonomia, o desejo de aprender e a coragem de participar da sociedade como sujeito crítico e consciente;
  • Compreender o exercício da cidadania como participação social e política, assim como o exercício de direitos e deveres políticos, civis e sociais, adotando, no dia-a-dia, atitudes de solidariedade, cooperação e repúdio às injustiças, respeitando o outro e exigindo para si o mesmo respeito;
  • Propiciar uma educação voltada para o desenvolvimento científico e tecnológico.